Notícias

Após um mês de reabertura de bares e restaurantes em BH, balanço do setor é positivo

Agora, categoria pretende negocial com prefeitura a extensão do horário de encerramento das atividades

Por Alessandra Mendes , 29/09/2020 às 20:01
atualizado em: 29/09/2020 às 20:39

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

RESUMO

  • Após um mês de reabertura de bares e restaurantes em BH, balanço do setor é positivo 
  • Agora, categoria pretende negocial com prefeitura a extensão do horário de encerramento das atividades 


Quase um mês após a reabertura dos bares em Belo Horizonte, o balanço do setor é positivo no sentido de uma melhoria no faturamento.

De acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), os estabelecimentos faturaram neste período cerca de 60% do que era arrecadado pré-crise, desencadeada pela pandemia. Entretanto, esse número ainda não resultou em mais empregos ou recontratação.

Apenas 1/3 dos empresários do setor e está disposto a recontratar. O que pesa nessa decisão, de acordo com o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, é a limitação do horário de atendimento que faz com que o número de clientes seja reduzido. Ampliar esse horário é agora o pleito dos bares de BH.

“A reabertura dos bares BH trouxe alegria de novo de frequentar à noite. Agora, infelizmente, com essa retomada, os custos todos ressurgem. Os protocolos nos impõe oferta menor de assentos, que dificulta a receber toda a clientela. Isso também limita o faturamento. O horário da restrição de 22 h é outra questão. No Rio, por exemplo, o horário vai até uma 1h. Em outras cidades, não há nem restrição. Isso impõe uma dificuldade de fazer um rodízio tradicional das mesas, com isso faturamos menos”, explica. 

O presidente da Abrasel lembra que mesmo com um faturamento significativo após a reabertura, ainda não foi possível realizar a recontratação de funcionários por parte dos bares.

“Hoje, os bares já fatura uns 60% do que faturavam na pré-crise. É um bom faturamento? Sim. Mas ainda é um faturamento que nos impõe fortes restrições financeiras. A grande maioria operando ainda com déficit e isso acaba por limitar as possibilidades de recontratação de pessoas. As conversas com a prefeitura tem sido corretas”. 

Agora, o setor vai tentar um acordo com a PBH para tentar estender o horário de funcionamento dos bares até 0h. 

“Primeiramente, fizemos um acordo na Justiça, o que possibilitou abrir a partir do dia 4. Após 15 dias, a prefeitura atendeu o nosso pedido e tivemos autorização para abrir durante a semana. Agora, o terceiro pleito é que a gente possa estender esse horário pelo menos até às 0h. Isso nos traria um grande avanço no sentido de permitir melhor faturamento”, acredita. 

A reabertura dos bares à noite com venda de bebida alcoólica foi permitida pela prefeitura no dia 4 de setembro após um acordo judicial, que atendeu a demanda dos empresários do setor. 
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Além de aproveitar os dias no país, o cantor ainda se reuniu com compositores e produtores locais. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Julgamento foi suspenso com placar em 3 a 1, após Toffoli pedir vista. #Itatiaia

    Acessar Link